Conheça a tendência de notas gourmands na perfumaria

Conheça a tendência das notas gourmands na perfumaria

Postado por: OLFATI Marketing Olfativo
Categoria: Curiosidades

O termo, derivado de “gourmandise” – que em francês significa gula -, está ligado aos aromas que despertam o desejo provocado pela gastronomia. Conheça um pouco mais sobre a tendência de fragrâncias com ingredientes usados na culinária! 

Mas o que são notas gourmands? 

Notas gourmands evocam o aroma de alimentos doces e sobremesas, criando uma sensação olfativa rica, reconfortante e muitas vezes indulgente. Essas notas são inspiradas em ingredientes culinários e costumam ser usadas em perfumes para transmitir uma sensação de doçura, calor e luxo.

São frequentemente usadas em perfumes para criar fragrâncias que são convidativas e evocativas, muitas vezes associadas a memórias agradáveis e sentimentos de conforto. Alguns exemplos comuns de notas gourmands são chocolate, café, baunilha, algodão doce e caramelo.

O primeiro gourmand 

Apresentado em 1992, Angel, de Thierry Mugler, foi quem estreou a categoria. Durante a elaboração, o estilista francês usou como referência a sua própria infância, repleta de pães mergulhados em chocolates quentes e algodões-doces.

Talvez por isso a subfamília que ele gerou tenha ganhado o nome de “gourmand”, que vem do francês “gourmandise”, relacionado à gula.

“Essas fragrâncias evocam sensações de conforto, prazer e indulgência. São composições que criam uma atmosfera calorosa e aconchegante, muitas vezes despertando memórias de momentos agradáveis ligados à comida”, diz Renata Ashcar, autora da publicação bianual Guia de Perfumes.

Até hoje, ao ouvirmos falar de “notas comestíveis” em fragrâncias, chocolate, baunilha, caramelo e mel são as primeiras a vir à mente. O que temos visto agora é uma nova leva de criadores que buscam explorar os alimentos na perfumaria de uma forma diferente e, digamos, mais saudável. São experimentos com notas vegetais, como alcachofra, pimentão, pepino e até cebola.

A ascensão do inusitado

Observando a ascensão meteórica de tendências no TikTok, fica evidente a busca pelo novo e a fascinação por elementos inusitados. Influenciados por esse desejo de exclusividade e pela procura por combinações nada óbvias, perfumistas mais atrevidos estão incorporando essas notas singulares em suas criações.

Cogumelo, erva-doce, ervilha, abóbora, cenoura, ruibarbo, manjericão e, claro, o tomate, se juntam à paleta tradicional, complementando acordes ou assumindo o protagonismo em fragrâncias inovadoras.

Apesar de parecer um movimento inédito, perfumistas usam moléculas vegetais há anos para dar complexidade a suas invenções. O que muda agora é que eles estão virando o centro das atenções, servindo de chamariz para uma geração que, pós-pandemia, parece buscar o natural e estar cada vez mais ligada ao que come – tanto na preocupação com a saúde quanto na busca por experiências gastronômicas únicas.

“Estamos falando mais de conexão com a natureza, então a faceta verde, limpa, terrosa, que não é tão explorada na perfumaria, tem aparecido e ela traz junto um quê de exclusividade”, aponta Fábio Navarro, consultor da multimarcas de perfumes de nicho paulistana Neeche.

O especialista cita, por exemplo, o trabalho da Loewe. Não apenas nos perfumes, mas na sua linha casa, a marca tem apresentado uma verdadeira horta, com notas de pepino, beterraba, tomilho e orégano.

O Boticário, por sua vez, aderiu à tendência e lançou a Privée La Collection Aux Légumes, uma linha de edição limitada com quatro fragrâncias que tem vegetais como protagonistas, incluindo a variante Tomate. Recentemente, a marca anunciou o lançamento de duas fragrâncias com o cheiro de melancia, o Egeo Fresh Meli e o Egeo Sweet Meli, que tem sido um grande sucesso de vendas e repercutiu positivamente no público, que pedia a fragrância no TikTok.

Uma explosão de frescor e inovação

Durante séculos, a perfumaria foi dominada por fragrâncias florais, cítricas, ambaradas, fougères ou amadeiradas. Mas, nos últimos tempos, acordes inesperados têm intrigado e surpreendido os sentidos, abrindo portas para um universo olfativo até então inexplorado.

Em meio a essa onda de inovação, o Tomate desponta como um ingrediente ousado e intrigante que vem conquistando olfatos.

Não é a primeira vez que o Tomate aparece no mercado de beleza, mas está ganhando cada vez mais espaço nas composições de perfumes de nicho e fragrâncias para ambiente, e assim despertando a curiosidade do consumidor.

O Tomate em Evidência

A Spate, plataforma de tendências de consumo, observa o aumento da preferência por fragrâncias frutais em geral. O tomate em particular, (uma fruta disfarçada de legume), se destaca como um ingrediente em ascensão, impulsionado principalmente pela categoria de Velas através marcas como: Jo Malone, Malin + Goetz, Boy Smells, Loewe e outros.

As pesquisas online sobre o ingrediente cresceram 55,2% no último ano, evidenciando o interesse crescente por essa fragrância singular.

As fragrâncias de tomate exploram um universo de nuances, desde notas frescas e herbáceas até toques terrosos e adocicados, oferecendo aos perfumistas uma paleta olfativa rica e multifacetada.

E quem pensa que o seu perfume se limita apenas à perfumaria de nicho ou de ambiente está enganado.

A categoria de higiene pessoal também está de olho. O fundador da ARKIVE Headcare capturou o perfume da estufa de tomates de sua avó, em sua memória olfativa, e transformou na fragrância de assinatura da linha No One Elsie.

A OLFATI acompanha as tendências e possui várias fragrâncias gourmands em seu portfólio, uma das mais queridas é Tomate e Manjericão, uma fragrância levemente fresca, com notas de tomilho, cravo e manjericão. Com um fundo levemente amadeirado, é uma ótima opção para ambientes de alimentação pois ativa os sentidos e desperta o paladar.

A combinação de tomate e manjericão traz uma sensação de frescor vibrante. O tomate oferece uma nota verde e suculenta, enquanto o manjericão acrescenta um toque herbáceo e levemente picante. Essa fragrância remete a uma horta ou jardim, criando uma atmosfera natural e saudável. Pode ser especialmente agradável para quem aprecia aromas botânicos e quer trazer um pouco da natureza para seu ambiente.

Em casa, essa fragrância é perfeita para a cozinha, onde complementa os aromas naturais de alimentos e ervas frescas. Também pode ser usada em áreas de convivência para criar um ambiente refrescante e limpo. Restaurantes, especialmente aqueles com um foco em ingredientes frescos e locais, podem usar essa fragrância para reforçar sua identidade e melhorar a experiência gastronômica dos clientes.

A fragrância Café é uma escolha bastante popular para os amantes da bebida e também para aqueles que desejam aromatizar cafeterias, livrarias, lanchonetes, bares e restaurantes. O aroma de café é frequentemente associado a momentos de relaxamento e conforto. Lembranças de uma xícara de café quente podem criar uma atmosfera acolhedora e convidativa.

Embora o aroma de café não contenha cafeína, ele pode ter um efeito psicológico estimulante, ajudando a aumentar a sensação de alerta e disposição. Isso pode ser útil em ambientes de trabalho ou estudo.

Em lojas, escritórios e residências, a fragrância pode criar uma atmosfera agradável e receptiva, melhorando a experiência dos visitantes e residentes.

Entre em contato conosco e conheça a consultoria em Marketing Olfativo da OLFATI.

Siga nosso Instagram e fique por dentro das novidades que publicamos diariamente sobre o universo da aromatização de ambientes!

Ficou curioso para conhecer todos os produtos da OLFATI? Acesse o site e conheça nosso variado catálogo de produtos e serviços.

A OLFATI está em todo lugar, basta sentir! 

Autor: OLFATI Marketing Olfativo

Deixe um comentário

dezesseis + vinte =